Tlm: +351 914872974 | Email: ajtalves@gmail.com

100 Formas de Medir o Sucesso ou o Fracasso das ações de Social Media

Formas Medir Sucesso ou Fracasso Ccampanhas Social Media

Formas Medir Sucesso ou Fracasso Ccampanhas Social Media

Não vale a pena apostar no Facebook, Twitter, Youtube e companhia, se depois se deixa de lado as métrica. No marketing de mídias sociais são importantes não só as ações de comunicação, mas também as formas de medir o sucesso ou o fracasso de tais ações.

  1. O número de entradas sobre a marca escritos por usuários.
  2. O alcance da marca no meios sociais com base nas impressões.
  3. Entradas e comentários sobre a marca compartilhada pelos usuários durante um determinado período de tempo.
  4. A presença diária da marca em meios sociais.
  5. A sazonalidade da presença da marca em meios sociais.
  6. A presença nos meios de social media para os concorrentes de marca.
  7. A importância da marca no social media por categorias ou temas.
  8. A distribuição de conteúdos sobre a marca através de vários canais (fóruns, redes sociais, blogs, Twitter, etc.).
  9. A relevância da marca nos meios sociais após a fase do processo de compra.
  10. A popularidade dos conteúdos associados à marca (se há, por exemplo, vários meios virais, determinar qual traz mais visitas).
  11. As menções nos meios em geral.
  12. Os fãs.
  13. Os seguidores.
  14. Os amigos.
  15. A taxa de crescimento de fans, seguidores e amigos.
  16. A viralidade ou alcance dos conteúdos.
  17. A mudança da viralidade ao longo do tempo.
  18. O alcance dos conteúdos associados com a marca através de terceiros.
  19. O número de vídeos incorporados.
  20. Downloads.
  21. Fazer upload de conteúdo.
  22. As vistas iniciados pelo usuário (para vídeos, por exemplo).
  23. A relação de videos embutidos e favoritos com as vistas.
  24. Os clics no botão “Gosto” ou favoritos.
  25. Comentários.
  26. Valorizações.
  27. Social bookmarking.
  28. Inscrições (RSS, podcasts, canais de vídeo, etc)…
  29. “Page views” (blogs, microsites, etc.).
  30. Os CPMs efetivos com base no custo por impressão.
  31. As mudanças nas posições no motor de busca á medida que os links se vão difundido pelo social media.
  32. Alterações no ranking nos motores de busca de todos os sites sociais onde a marca é promovida.
  33. O aumento da procura, como resultado de ações em mídias sociais.
  34. A proporção de conteúdos associados à marca que contém links.
  35. Os links ordenados por influência do autor.
  36. A proporção de conteúdos associados à marca com material multimédia associado (imagens, áudio, vídeo).
  37. A relevância nos social media de ações publicitárias “meios comprados”.
  38. A influência dos consumidores.
  39. A influência dos editores de conteúdo (bloggers, por exemplo).
  40. A influência sobre as marcas que estão presentes na Web Social.
  41. A demografia do público-alvo a que se pode chegar através do social media.
  42. A demogradia do público-alvo que estão presentes na Web Social.
  43. Os hábitos no social media e os interesses do target.
  44. O lugar de origem dos consumidores participantes nas ações de social media marketing da marca.
  45. Os sentimentos gerados em relação ao volume de entradas.
  46. Os sentimentos gerados em relação ao volume de impressões.
  47. As mudanças observadas na percepção do usuário durante e após a ação de marketing de mídia social.
  48. As línguas das conversas que ocorrem sobre a marca nos meios de social media.
  49. O tempo gasto pelo usuário no conteúdo distribuído pela marca em mídias sociais.
  50. O tempo gasto pelo usuário em websa que chegou do social media.
  51. A forma como o usuário chegou ao conteúdo publicado pela marca (motores de pesquisa, recomendações, etc.).
  52. Cliques.
  53. A proporção de tráfego Web gerado por conteúdo próprio.
  54. Os view-throughs (acompanhamento de conversões).
  55. O número de interações.
  56. A taxa de interações.
  57. As interações sociais por usuário.
  58. A percentagem dos vídeos vistos.
  59. Os questionários em que o usuário tenha participado e os votos recebidos.
  60. A associação á marca.
  61. A volume de compras.
  62. O número de comentários decorrentes de conteúdo gerado pelo usuário.
  63. A aceitação de presentes virtuais.
  64. O número de presentes virtuais enviados.
  65. A popularidade relativa do conteúdo.
  66. O número de etiquetas (tags) acrescentadas.
  67. Os atributos das etiquetas (tags).
  68. Registros por meio de logins e terceiros (Facebook Connect ou Twitter OAuth, por exemplo).
  69. Registros por canal (web, aplicações desktop, aplicações móveis, SMS, etc.).
  70. Os registos em concursos.
  71. O número de participantes em chats.
  72. Os participantes em wikis.
  73. Os efeitos das medidas de marketing off-line sobre a importância da marca nos mídias sociais.
  74. O conteúdo gerado pelo usuário que pode ser reutilizado em outros canais.
  75. Os clientes que recebem ajuda no social mediapor parte da marca.
  76. Poupança por cliente que recebe atenção através da mídia social, em comparação com outros canais (call centers, lojas, etc).
  77. A poupança gerada quando os clientes prestar ajuda mútua nos mídias sociais.
  78. O número de problemas de clientes que foram resolvidos após o primeiro contato.
  79. A satisfação do cliente.
  80. O volume de feedback gerado pelo cliente.
  81. As economia em pesquisa e desenvolvimento através do feedback dos clientes em social media.
  82. Sugestões implementadas pela empresa através do feedback dos clientes.
  83. As economias de custo de fórmulas clássicas da investigação (pesquisa de mercado, por exemplo).
  84. O impacto nas vendas online.
  85. O impacto sobre as vendas offline.
  86. A taxa de descontos de reembolso.
  87. Os efeitos sobre o comportamento do consumidor offline.
  88. Os leads gerados.
  89. A quantidade de produtos que foram fornecidos amostras.
  90. Visitas a WEBs para encontrar empresas locais.
  91. Mudanças na taxa de conversão como resultado das avaliações dos usuários.
  92. A proporção de clientes que repetem a marca.
  93. Os efeitos sobre o valor do cliente.
  94. Os custos de aquisição e fidelização dos clientes através da mídia social.
  95. As mudanças observadas no mercado.
  96. Os efeitos sobre os “meios ganhos” e “meios pagos”.
  97. O nível de resposta a convites para eventos.
  98. A frequência dos clientes a eventos realizados offline.
  99. O número de funcionários contatados (para programas internos da empresa).
  100. Pedidos de emprego recebidas através do social media.

Ao aplicar estas dicas poderá aplicar melhor as suas ações e reformular a sua campanha para obter melhores resultados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posted in Publicidade Online and tagged , , . Bookmark the permalink.

About Posicionamento Web

Marketing Online em Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

  • Formulário Contacto

    Nome (obrigatório)

    E-mail (obrigatório)

    Telefone

    Site

    Assunto

    A sua mensagem

    captcha

  • Facebook SEO Portugal

  • Posicionamento Web

    Publicidade Internet

    Perfil Google Plus